FAZER O QUE NA VESPERA DE ROSH HASHANA?

TEFILA, TESHUVA. TZEDAKA!

O que convém fazer na véspera de Rosh Hashaná? Na véspera de Rosh Hashaná, antes da oração da manhã, se recitam numerosas “Slichot” (súplicas). Mas não se diz o “Tahanun” nem os Salmos “Lamenatseach” e “Tefila Ledavid” durante a oração da manhã. Um enlutado (no período dos 7 dias) pode ir à sinagoga para as Slihot na véspera de Rosh Hashaná. Não se toca o Shofar na véspera de Rosh Hashaná para marcar a distinção entre o Shofar do mês de Elul que só é um costume, e o Shofar de Rosh Hashaná, que é uma obrigação formal. (Entretanto, pode treinar para tocar Shofar num lugar fechado). Após a oração da manhã, cada um procede a “Hatarat Nedarim”, a anulação dos votos na presença de dez homens. Alguns têm o costume de jejuar até a oração de Minchá, mas, considerando a fraqueza da nossa geração, convém substituir o jejum por uma doação para Tsedaca (caridade). Recomenda-se que na véspera de Rosh Hashaná se vá ao cemitério para se concentrar, em particular diante dos túmulos dos Tsadiquim (justos). Neste caso, se emita comer antes, mas é permitido beber. Se não fomos a um cemitério judaico por mais de 30 dias, se diz a bênção: “Baruch... Asher Iatsar Etchem Badin”. Antes de entrar no cemitério, escondemos os Tsitsit. Não se vai a um mesmo túmulo duas vezes no mesmo dia. Ao sair do cemitério, lavam-se as mãos ritualmente sem secá-las. Convém multiplicar a oração, o estudo e as boas ações e em particular, pedir perdão a todos aqueles que pudemos ter ofendido durante o ano, para estar “limpo” para a oração de Rosh Hashaná. Convém comprometer-se a adotar um bom costume suplementar. Corta-se o cabelo, vai-se ao Micve e veste-se roupa de festa para mostrar que se tem confiança na justiça de D’us.